cursos

Visita à exposição Entre-Laçados com Renato Dib, Alexandre Heberte, Marina Godoy e Marta Meyer.

início em 19/04

Os laços do título da exposição unem quatro criadores ao redor de uma prática milenar, que se renova e se revigora cada vez mais no contraponto de uma vida contemporânea, fugaz e virtualizada. Na verdade, por trás das potências de um discurso do manual, a arte têxtil se sofistica continuamente, abrindo-se para novos modos de existência e se misturando a outras formas de arte.

Renato Dib, Alexandre Heberte, Marina Godoy e Marta Meyer criam aqui uma conversa onde os verbos bordar, tecer, cortar e costurar parecem brincar, trocar de lugar entre si, mil vezes, para finalmente voltar e tomar um corpo na singularidade de cada experiência de vida e de arte.

Algumas décadas atrás, a chamada arte digital parecia fazer com que as formas manuais de arte se tornassem progressivamente anacrônicas. Falava-se numa desmaterialização da arte, apostando-se num processo de virtualização da produção artística. Ao contrário, pintura, desenho, cerâmica e bordado, isto é, os processos de criação manual, vêm sendo cada vez mais valorizados, como narrativas de uma afirmação de nossa própria condição de humanidade.

Nos entralaçamentos expostos, cada um dos artistas se mistura, e, ao mesmo tempo, se destaca do outro, como na relação frente e verso de um mesmo tecido bordado. [texto de Kátia Canton]

01 encontro | 17h30 às 18h30 | quinta-feira
R$ 0