cursos

China, a grande estratégia curso com Gustavo Pinto

início em 02/12

A Grande Estratégia da China para o século XXI. Para compreender porque a China em 1949 decidiu empreender a Maratona de Cem Anos, é preciso considerar um fato sucedido cem anos antes, a Guerra do Ópio e suas consequências. Para compreender a dimensão da meta que a China estabeleceu em 1949, liderar o mundo em 2049, é preciso considerar o papel que a cultura e a economia Chinesa tiveram na Ásia nos milênios anteriores. A China projeta o futuro à partir da compreensão do passado para inspirar as decisões do presente.

Os estrategistas Chineses contemporâneos e os pensadores do período Pré-Qin. Os três modelos de liderança, o tirano, o hegemon, e o líder humano. A China aspira a liderança humana. Para isso a busca da liderança mundial precisa ter como motivação o dever, não a ambição. A liderança econômica é condição necessária, não é a finalidade. A grande meta é inaugurar um modelo não hegemônico de liderança mundial para assegurar harmonia respeitosa entre as nações, paz duradoura no mundo, e promover prosperidade para todos os povos.

Gustavo Pinto formou-se em Filosofia na PUC-RJ. Estuda Cultura Chinesa faz cinco décadas. Liderou o primeiro grupo de intercâmbio cultural Brasil-China através da Associação para Amizade do Povo Chinês com o Estrangeiro em 1982 e em 1983. Acompanha as transformações da China desde então. Tradutor para português da versão de Richard Wilhelm do I Ching. Conferencista convidado nas Universidades de Berkeley, Viena, Lausanne, Oxford (Wadham College), Otani Kyoto. Autor de “Relâmpagos”, “Gotas de Orvalho”, “O Rito da Montanha Sagrada” e “Astrologia e Budismo” com Maria Eugênia de Castro.

02 encontros | 19h30 às 21h | segunda e quarta-feira

02 e 04 de dezembro

2x R$ 250
2x R$ 190*
*valor especial para estudantes.
Limpar