cursos

Arte contemporânea, cultura contemporânea: obras, momentos e movimentos decisivos curso com Agnaldo Farias

início em 18/06

O território da arte contemporânea, diferentemente do que imaginam os espíritos mais desconfiados, possui variadas e imprevistas entradas, matérias para todos os gostos, muitas das questões que nos atraem e atormentam. Desviando da leitura cronológica, esse curso tratará de artistas e temas fundamentais para a compreensão da arte contemporânea. Considerando que, em primeiro lugar, a arte inscreve-se no quadro da cultura e, internamente, desdobra-se em múltiplas linguagens que se cruzam intermitentemente, o curso tratará de artistas visuais, cineastas, arquitetos, bailarinos/coreógrafos, designers e escritores. Um curso que juntará várias linguagens e produções, algumas delas novíssimas, outras nem tanto, outras produzidas há muito tempo, em alguns casos ancestralmente. Isso porque, veja bem, o que define a obra contemporânea, não é sua idade mas o quanto ela diz de nós, nos toca, leva-nos a sentir e eventualmente a pensar.

Agnaldo Farias

Agnaldo Farias é professor da FAUUSP e Curador da Bienal de Coimbra de 2019.

Foi Curador Geral do Instituto Tomie Ohtake (2000/2012) e do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (1998/2000), e Curador de Exposições Temporárias do Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (1990/1992).

Foi Curador Geral da 29a. Bienal de São Paulo (2010), da Representação Brasileira da 25a. Bienal de São Paulo (1992) e Curador Adjunto da 23a. Bienal de São Paulo (1996). Também foi Curador Internacional da 11a. Bienal de Cuenca, Equador (2011) e do Pavilhão Brasileiro da 54a. edição da Bienal de Veneza (2011).

02 encontros | segundas-feiras
19h30 às 21h30
R$ 354.00